Destaques

Thais Andrade. Quando o amor pelo esporte supera todas as dificuldades

 

A craque do Barcelona F7, Thais Andrade, é uma referência no futebol 7 feminino brasileiro. A atleta que é atual campeã paranaense já se dedica a muitos anos a praticar a modalidade, pura e simplesmente por amor ao esporte. Já tendo atuado no futebol de campo e futsal a atleta vinha pensando em parar, devido a falta de oportunidades para as atletas da modalidade, somando ao fato de ter sido mãe em 2017.

 

O histórico da modalidade não permitia Thais acreditar em uma mudança, já que as competições na categoria feminina eram sempre com um uma oferta e nível de organização completamente inferior ao que acontecia na categoria masculina, isso com o tempo desanimou grande parte das atletas do futebol 7 feminino. Não somente Thais, mas centenas de apaixonadas pela modalidade.

 

No final de 2017 uma resolução da Federação Internacional de Futebol 7 (FIF7) trouxe uma nova esperança para as mulheres. Ficou determinado que todas as competições oficiais do calendário internacional deveriam ser realizadas na categoria masculina e feminina. Isso não ocorre nem na FIFA, já que modalidades como o Beach Soccer e Futsal não tem a COPA DO MUNDO para as mulheres.

 

A notícia rapidamente causou enorme impacto no futebol 7 feminino brasileiro, já que nenhuma das confederações existentes cumpria com o dever de oferecer para mulheres o mesmo que era oferecido para homens. Foi desta forma que nasceu a Associação Brasileira de Clubes de Futebol 7, que veio com o objetivo de trabalhar respeitando a igualdade de oportunidades para ambos os gêneros na modalidade. O resultado foi imediato, e logo no mês de dezembro passado a Copa Intercontinental de Futebol 7 foi realizada nas categorias feminina e masculina. O Brasil conquistou o título nas duas categorias e Thais conquistou o seu primeiro título defendendo o país.

 

A Associação Brasileira passou a ser reconhecida como a única filiada da FIF7 no Brasil, mas mesmo assim o ano de 2018 começou com a dúvida por parte das atletas se em dezembro teria sido uma ação pontual ou uma nova pratica para o futebol 7 no país. A temporada mal havia começado e o nome de Thais já estava na lista de convocadas para defender o Brasil na Copa América de Futebol 7 realizada em Lima (Peru). A nova convocação era mais do que um prêmio para a jogadora, era a demonstração de que um novo momento para o futebol 7 feminino esta se consolidando. Aquele que as mulheres realmente terão sempre as mesmas oportunidades e condições de seguir atuando na modalidade, que os homens.

 

A atleta foi vice-campeã da Copa América de Futebol 7, mas para viajar até Lima, teve que fazer o sacrifício de levar seu bebê, o pequeno Lucas, no colo, até o Peru. Durante todo o período de competição a postura exemplar da jogadora, que cumpriu com todos os protocolos e compromissos junto a comissão técnica, sem pedir dispensa ou condições especiais em todas as atividades durante a sua participação na competição, foram dignos de elogios por parte das colegas de equipe e também da diretoria da Associação Brasileira de Clubes de Futebol 7.

 

"A Thais não é somente uma grande atleta, mas um grande exemplo de amor pelo esporte e respeito pelo trabalho em grupo. Ela exerce uma influência positiva muito importante junto as demais meninas da Seleção e o sacrifício que ela fez para estar presente é um prêmio para nós que trabalhamos fora do campo para que todos os atletas tenham o suporte necessário e as melhores condições para defender o nosso país" afirmou Wanderlei Ramos, supervisor geral das seleções.

 

Após passar o ano de 2017 na dúvida sobre permanecer no esporte, a atleta agora já sonha em ser convocada para participar da primeira edição da COPA DO MUNDO DE FUTEBOL 7 feminina, que será realizada no mês de dezembro. Há menos de um ano atrás a resignação da atleta era a mesma de grande parte das atletas do futebol 7 feminino do país. Hoje em dia a falta de esperança está sendo substituída pela expectativa de que a categoria realmente possa crescer e prosperar.

 

No próximo mês de julho a Seleção Brasileira de Futebol 7 feminino será convocada para a Copa das Nações que será realizada no mês de agosto em São Paulo e o sonho de Thais e muitas outras atletas segue cada vez mais vivo.

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Seleção Brasileira feminina conquista o título da Copa das Nações

05.10.2019

1/3
Please reload

Últimas notícias
Please reload

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CLUBES DE FUTEBOL 7

confderação brasileira de futebol 7 society

© todos direitos reservados.